quarta-feira, 4 de março de 2009

Perdido, Mas Farejando...


A mudança é inevitável; não depende de nossa vontade.
Estamos sempre em mutação, querendo ou não.

O que vale é tentar entender se tais mudanças nos direcionam à nossa felicidade.
Só que primeiro, seria preciso descobrir onde nossa felicidade se encontra.

Presumindo, é claro, que ninguém queira ser infeliz.
Que se assim o são, o são por não conseguirem não ser.

A felicidade seria algo que cairia por sorte em nossas vidas, ou seria algo que produziríamos com nosso próprio esforço?

Quem está conformado com sua vida não se preocupa em melhorá-la.
Acomodado, não se interessa por revoluções e sacrifícios.

Mas a maré está sempre em movimento.
Com a correnteza nos carregando. Mudando-nos constantemente.

Quem fica parado morre esturricado.
E quem fica a mercê da gravidade, acaba puxado para baixo.

Portanto, a verdadeira felicidade seria algo que se conquista e não que se ganha.

Quem brinca de ser feliz deixa de ser feliz com o fim da brincadeira.
Assim como o menino que brinca de soldado, não mais o é quando a brincadeira acaba.

Pura ilusão, fantasia... Momentos de alegria, apenas.
Euforia, entusiasmo, contentamento, júbilo. Efemeridade.

Uma evasão da realidade. Útil. Saudável.
Mas para muitos, vira uma fuga alienada da incompreendida existência.

Vã tentativa de escapar de suas aflições ignorando sua consciência.
Só que é impossível fugir de si mesmo. Você sempre estará consigo.

E como seria a felicidade então?
Só quem realmente a sente, sabe como é.

Talvez esteja apenas em conseguir o que se quer, e querer o que se consegue. Talvez.

Sei da infelicidade.
Sei que está em tudo que tira a liberdade, a independência e a individualidade do ser.

Está em tudo que se vincula à fraqueza do espírito humano e o ilude.
Está no desejo que obscurece a razão e no raciocínio que sufoca o sentimento.

Está na ignorância da Verdade.

A mudança é inevitável. Que seja para cima, então.

7 comentários:

Aline disse...

moço,adorei seu trabalho!
parabéns,e boa sorte (:

Leandro Marcondes disse...

Vamos lá cara.. ânimo. Tudo acaba bem no final. Tô torcendo por você, meu velho.
Como sempre, seus desenhos estão massa hohohoh
Abração, meu filho.

Dodô disse...

Grande Igor, não desanime não.

Abraços !!

IgorVilla disse...

oxên!! tô desanimado naum, meu povo!! Falo de uma maneira mais ampla!!! rsrs Valeu!!

Ive disse...

parabéns pelos desenhos^^
quero ser assim quando eu crescer... lalalá

IgorVilla disse...

quem eh Ive!?.. rs

Ive disse...

CrazyMary
o.O